03.10.2018 | 12h39

Judeus progressistas contra Bolsonaro

Os comentários de Jair Bolsonaro (PSL) sobre Israel seduziram parte do eleitorado judaico brasileiro, mas provocam reação contrária em setores progressistas da comunidade, segundo a Folha.

À medida que o capitão reformado conquistou apoios, movimentos contrários tomaram corpo. No último sábado, 29, mais de 50 judeus se juntaram ao protesto no Largo da Batata para manifestação do #EleNão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO