22.11.2018 | 14h01

Janaina não vê problema em religioso na Educação

A deputada estadual eleita em São Paulo Janaina Paschoal (PSL) diz que não vê problema que uma pessoa “declaradamente religiosa” assuma o Ministério da Educação. Janaina gostou de saber que o nome do procurador Guilherme Schelb, que é evangélico, passou a ser avaliado para o posto. Ela gosta das posições defendidas por ele e também sugere que o nome do professor Felipe Nery seja avaliado por Jair Bolsonaro para o Ministério.

“Antes que comece a gritaria, um ministro da Educação ser declaradamente religioso (Shelb – evangélico); (Nery – católico), ou um seguidor de qualquer outra crença, não prejudica em nada o Estado laico. Na verdade, fortalece”, afirma a deputada eleita. /M.M.

 

 


 

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO