30.10.2018 | 07h31

Já tem gente pedindo dinheiro

Jair Bolsonaro nem assumiu ainda, mas já tem gente batendo à sua porta pedindo dinheiro –e não é qualquer trocado. A Confederação Nacional dos Municípios já encaminhou à equipe do presidente eleito um pedido de R$ 28 bilhões. São recursos prometidos aos prefeitos para obras, mas que foram retidos pelo governo federal em contingenciamentos.

“São restos a pagar da União, que nós chamamos de restos a receber”, diz ao Estadão o presidente da CNM, Glademir Aroldi, que já se reuniu com a equipe de Bolsonaro cinco vezes para tratar do pleito.


VOLTAR PARA O ESTADÃO