29.08.2018 | 08h18

Investimento dos nanicos em segmentação

Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) e Guilherme Boulos (PSOL) têm algo em comum – e não é só a baixa intenção de voto. Os três investem em posts direcionados nas redes sociais, ou seja, pagam para que suas publicações apareçam para usuários específicos das redes, seja pela idade, gênero, região do País ou interesses.

Reportagem da Folha identificou 192 posts direcionados e impulsionados nas redes de Meirelles, o campeão nessa estratégia. Vale lembrar que o impulsionamento de posts por candidatos, partidos ou coligações está permitido nestas eleições, desde identificado e em publicações próprias.


VOLTAR PARA O ESTADÃO