15.08.2018 | 10h07

Interferência brasileira na campanha mexicana

O Facebook derrubou, na manhã desta quarta-feira, 15, uma rede de “engajamento falso” mantida por brasileiros que teriam se envolvido na promoção de conteúdo político, principalmente contrário a Andrés Manuel López Obrador, eleito presidente do México, durante a campanha eleitoral do país. O Estadão traz reportagem exclusiva sobre o funcionamento da rede, formada por 72 grupos, 50 contas e cinco páginas no Facebook, além de 51 contas no Instagram. A rede social detectou evidências de comércio de seguidores e curtidas.


VOLTAR PARA O ESTADÃO