22.08.2018 | 17h55

‘Insegurança’ por Bolsonaro ser réu

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, disse nesta quarta, 22, que é uma questão “em aberto” a possibilidade de réus em ação penal serem eleitos para a Presidência da República e assumirem o comando do Palácio do Planalto, informa o Estadão.

Na avaliação do ministro, essa dúvida gera insegurança para a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), que é réu no STF por incitação ao crime de estupro. “Gera. O ideal seria ter a matéria pacificada num sentido ou no outro.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO