17.08.2018 | 13h49

Incoerências do PT

Se por um lado o PT atrai o eleitorado com a figura de Lula, por outro, não consegue propor um projeto de País sustentável, opina Hélio Schwartsman na Folha. “Manter o discurso do complô exige negar legitimidade ao Judiciário, um dos três Poderes da República, o que, obviamente, não pode fazer parte do projeto de um partido democrático. Não dá para solapar as bases do Estado que se pretende administrar”.


Mais conteúdo sobre:

LulaPT
VOLTAR PARA O ESTADÃO