01.09.2018 | 15h40

Impulsionamento não rende like

Nas duas primeiras semanas de campanha, candidatos declararam à Justiça Eleitoral gastos de R$ 2 milhões com impulsionamento de posts nas redes sociais. No entanto, segundo levantamento da revista Piauí, o pagamento de posts não rendeu mais curtidas nem mais exposição –houve, inclusive, casos em que o efeito foi a redução do engajamento habitual dos candidatos.


VOLTAR PARA O ESTADÃO