31.08.2018 | 19h09

Dois anos do impeachment de Dilma

Nesta sexta-feira, 31, faz dois anos que a ex-presidente Dilma deixou o Poder. Por 61 votos a favor do impeachment, 20 contra e nenhuma abstenção, o Senado aprovou seu afastamento definitivo da Presidência. Mas, ao contrário do que se previa, Dilma não ficou inabilitada para o exercício de funções públicas. A medida não alcançou os 54 votos necessários para sua aprovação.

Dilma já estava afastada desde 12 de maio de 2016, quando o Senado aprovou a abertura do processo de impeachment, cedendo seu lugar ao então vice-presidente, Michel Temer. Ela foi o segundo presidente na história do País a ser afastado por impeachment, 24 anos depois de Fernando Collor. Apesar de o PT e seus aliados classificarem o impeachment de Dilma como “golpe”, o processo correu de acordo com a Constituição. / J.F.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO