26.10.2018 | 09h35

Hora de ser racional

“Contra todas as minhas advertências, a maioria dos brasileiros deverá votar no próximo domingo em Jair Bolsonaro para ser o presidente do Brasil pelos próximos quatro anos. A parcela dos cidadãos que consideramos essa escolha desastrosa não podemos fazer muito para mudar isso”, escreveu Hélio Schwartsman na Folha.

O colunista diz que os chiliques e faniquitos devem ser deixados de lado e a população deve começar agir racionalmente dentro das reais opções que se apresentam. A possível eleição de Jair Bolsonaro (PSL), por exemplo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO