30.10.2018 | 13h36

Hora de pôr ordem na casa

Jair Bolsonaro terá a partir de agora não apenas o desafio de pacificar o país, mas também de pôr ordem na própria casa e unificar os discursos de seus aliados para evitar conflitos externos.
Rodeado por três núcleos distintos, caberá a ela acalmar os ânimos dos auxiliares militares, da cúpula política e do grupo familiar que formam o seu QG, informou o Valor.


VOLTAR PARA O ESTADÃO