18.02.2019 | 12h38

Herdeiros fortalecem adversários?

“É natural e inevitável que os três filhos do presidente procurem influenciar a tomada de decisões palacianas. Nessa movimentação, chocam-se com outras forças e grupos igualmente bem posicionados, imbuídos do mesmo objetivo”, escreveu Vinícius Mota na Folha.

O colunista aborda os clãs da política brasileira e destaca o caso dos Bolsonaros. Segundo ele, quando mais os filhos interferirem, mais o governo do pai dependerá dos generais, de Sérgio Moro e de Paulo Guedes. Os herdeiros acabam por fortalecer alguns daqueles que veem como adversários.


VOLTAR PARA O ESTADÃO