17.09.2018 | 10h29

Haddad tutelado e calado

Fernando Haddad não parece se importar com a profusão de petistas que decidiram opinar sobre seu eventual governo sem ele sequer ter ido para o segundo turno.

Até agora não se ouviu uma frase do candidato do PT sobre Fernando Pimentel e Gleisi Hoffmann terem repetido que Lula será libertado ou indultado caso ele seja eleito, e até o antes sumido Aloizio Mercadante ter reaparecido para dizer que Lula será seu grande “conselheiro”. Para alguém com a vaidade intelectual de Haddad chama a atenção a maneira com que aguenta calado a clara tentativa de tutelá-lo previamente. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO