14.09.2018 | 21h15

Haddad rechaça ‘conspiração’ mas fala em ‘erros’ da Justiça

Confrontado com os números de membros do Judiciário nomeados pelos governos Lula e Dilma, o candidato do PT, Fernando Haddad disse no Jornal Nacional que a Justiça “erra”, mas que nunca falou em “conspiração”.

O petista, entretanto, não poupou críticas ao Judiciário. Disse que as delações premiadas viraram “indústria sem provas” e tentou limpar a barra dos governos aliados, em especial nos casos de corrupção da Petrobrás.


Mais conteúdo sobre:

Fernando HaddadJornal NacionalPT
VOLTAR PARA O ESTADÃO