08.10.2018 | 14h01

Haddad propõe ‘protocolo ético’ com Bolsonaro

Alvo de boataria na disputa pelo primeiro turno, Fernando Haddad afirmou nesta segunda, 8, que vai propôr ao adversário Jair Bolsonaro um “protocolo ético” contra propagação de informação falsa. “Vamos tentar estabelecer um protocolo ético para o tipo de abordagem que vai ser feito na campanha. Vamos fazer o esforço para que eles assinem uma carta de compromisso contra calúnia e difamação anônima”, sugeriu em coletiva à imprensa após visitar Lula na prisão, em Curitiba.

O presidenciável petista também fez um apelo para que a Justiça Eleitoral seja mais rápida ao julgar denúncias relacionadas a notícias falsas. “Nós conseguimos tirar do ar 35 matérias falsificadas”, informou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO