03.10.2018 | 13h55

Haddad perde batalha no WhatsApp

Alvo de recente onda fake pelo WhatsApp, Fernando Haddad tem muito menos eleitores que compartilham notícias de política pelo aplicativo do que Jair Bolsonaro, analisam Mauro Paulino e Alessandro Janoni, na Folha.

“A maioria dos brasileiros tem conta em algum desses serviços de comunicação instantânea e considera como um dos mais importantes fatores para a decisão do voto algo que esse tipo de veículo facilita: a conversa com familiares, amigos e colegas”, escrevem.


VOLTAR PARA O ESTADÃO