17.09.2018 | 18h59

Haddad não garante emprego para Lula

Logo após o já tradicional “beija mão” semanal de Fernando Haddad com Lula, na Superintendência da PF em Curitiba, o candidato à Presidência do PT desconversou sobre a possibilidade de dar um cargo ao ex-presidente em um eventual governo seu. “Um ex-presidente querer participar conosco é uma situação delicada, em funções muito particulares”, disse.

O exemplo de “situação delicada”, de acordo com o ex-prefeito, foi quando Lula foi nomeado ministro-chefe da Casa Civil no governo Dilma. “Mas ele estará conosco. Permanentemente”, completou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO