03.09.2018 | 15h29

Haddad, Maluf e Renan

Em 2012, um Fernando Haddad constrangido posava para fotos ao lado de Lula e de Paulo Maluf. Na ocasião, para entregar o apoio de seu partido, o PP, ao candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Maluf exigiu que fossem feitas fotos públicas do polêmico acordo. Lula topou e Haddad se submeteu ao registro para a posteridade do seu acordo com Maluf. O petista acabou eleito.

Seis anos depois, Haddad posa, agora, fagueiro, em Alagoas, ao lado do senador Renan Calheiros (MDB), que já foi execrado por petistas em anos passados, mas se tornou um aliado recente pelo seu alinhamento público com Lula. Prestes a ser homologado como candidato a presidente, Haddad não pareceu desconfortável com a aliança. /M.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO