17.09.2018 | 15h44

Haddad: indulto terceirizado e freio na Lava Jato

Fernando Haddad evitou falar em indulto, mas admitiu, na sabatina Folha/UOL/SBT, que a prioridade é buscar “Justiça para Lula”, e que continuará na campanha “Lula livre”. De que forma? Nessa hora o candidato do PT à Presidência é propositalmente vago: fala em ONU, fala em mudar o Judiciário, fala em rever a sentença, mas não diz como o ex-presidente sairia da prisão.

A entrevista com o petista deixou entrever outra forma de mitigar a Lava Jato e outras investigações: coibindo o mecanismo da delação premiada. Nisso, poderá contar com apoio do PSDB, do MDB e dos partidos do Centrão caso seja eleito, uma vez que todos estão encrencados na operação. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO