17.11.2018 | 21h04

Haddad gastou 15 vezes mais do que Bolsonaro

A campanha derrotada de Fernando Hadadd (PT) custou a “bagatela” de R$ 37,5 milhões, segundo declaração entregue ao TSE na tarde deste sábado, data limite para a prestação das contas eleitorais. Ele arrecadou R$ 35,4 milhões, ou seja, fica com uma dívida de R$ 3,8 milhões.

Dado curioso observado pela Folha: os valores de Haddad seria cerca de 15 vezes maiores do que os declarados pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que disse ter gastado R$ 2,5 milhões e arrecadado R$ 4,4 milhões. O único porém é que a área técnica do TSE identificou indícios de irregularidades nas contas de Bolsonaro.


VOLTAR PARA O ESTADÃO