13.03.2019 | 19h18

Guedes defende meta de R$ 1 tri, mas diz que decisão é do Congresso

No almoço com a bancada de líderes da Câmara, o ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a defender a importância que a reforma da Previdência garanta um ganho de R$ 1 trilhão em dez anos. Na visão do ministro, isso seria um resultado extremamente positivo para que o sistema se equilibrasse e a economia ganhe o impulso para sua retomada. Mas Guedes deixou claro aos deputados que a decisão é deles e que se a proposta for muito desidratada, seus resultados serão apenas um paliativo.

Segundo participantes do encontro, o ministro afirmou que se reduzirem muito o alcance da reforma, “o governo até sobrevive, mas não resolve a situação da Previdência” e o problema vai prejudicar o Brasil mais à frente. Deputados presentes ao encontro afirmaram que Guedes disse que “a reforma não é minha, mas do País”. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

reforma da previdênciaPaulo Guedes
VOLTAR PARA O ESTADÃO