02.02.2019 | 02h04

Grupo de Renan aciona o STF

O grupo do senador Renan Calheiros tenta impedir que a votação para presidência do Senado, marcada para este sábado, 11h, seja aberta. De acordo com a Folha, um pedido assinado pelo Solidariedade e pelo MDB foi feito no STF no começo desta madrugada.

São três pedidos: fazer com que a votação seja secreta, que seja cancelada a votação feita por Davi Alcolumbre que estabeleceu o voto aberto é o impedimento de que candidatos à presidência do Senado presidem sessões preparatórias. A decisão será do ministro Dias Toffoli, que já havia derrubado liminar de Marco Aurélio Mello favorável ao voto aberto.


Mais conteúdo sobre:

Renan Calheiros senado
VOLTAR PARA O ESTADÃO