04.02.2019 | 21h07

Grupo de Lima pede que exército venezuelano reconheça Guaidó

O Itamaraty publicou há pouco nova declaração do Grupo de Lima sobre a situação na Venezuela. Dentre as críticas ao governo de Nicolás Maduro e a aceitação do indicado por Juan Guaidó no grupo, os países integrantes da organização pedem que as Forças Armadas da Venezuela reconheçam o presidente interino como chefe do Executivo.

“Instam as Forças Armadas Nacionais da Venezuela a manifestar sua lealdade ao Presidente Encarregado em sua função constitucional de Comandante em Chefe. Da mesma forma, instam as Forças Armadas Nacionais a não impedir o ingresso e o trânsito da ajuda humanitária aos venezuelanos”, diz o comunicado. Outra medida é condenar as tentativas de diálogo com Maduro e pedem que qualquer tentativa de solucionar a crise no país passe pelo plano da Assembleia Nacional.


Mais conteúdo sobre:

VenezuelaItamaratyGrupo de Lima
VOLTAR PARA O ESTADÃO