28.02.2019 | 15h25

‘Governo se equivoca ao associar corrupção e coalizão’

“Governo se equivoca ao associar corrupção e coalizão”, opina o cientista político Carlos Pereira, professor titular da FGV/Ebape. Em nome da estabilidade do governo e da aprovação da reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro deve buscar o apoio de mais partidos, inclusive a partir de mudanças no comando de ministérios. Segundo Pereira, é “ingenuidade” acreditar que é possível governar no presidencialismo multipartidário sem contemplar os aliados, disse em entrevista ao Globo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO