14.03.2018 | 07h04

Governo prioriza segurança e abandona pauta econômica

Em sua manchete desta quarta-feira, o Estadão mostra que, depois do engavetamento da reforma da Previdência, estão emperradas na Câmara outras medidas econômicas antes anunciadas como prioritárias pelo governo, que agora volta suas atenções para o tema da segurança pública. Estão na lista dos projetos abandonados a venda da Eletrobras e a reestruturação de carreiras do funcionalismo.

Outra explicação para o fato é que tanto o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, quanto o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, estão mais preocupados com suas pré-campanhas à Presidência que em avançar com votações importantes. Meirelles tem até dia 7 para decidir se muda de partido para tentar concorrer.


Mais conteúdo sobre:

Rodrigo MaiaHenrique Meirelles
VOLTAR PARA O ESTADÃO