21.03.2018 | 07h39

Temer veta ‘carona’ de Maia na reforma ministerial

A ordem no governo é não aceitar indicações de Rodrigo Maia na reforma ministerial. O veto, noticiado pela Coluna do Estadão, é uma resposta à escolha de Michel Temer como alvo preferencial da pré-campanha do presidente da Câmara à Presidência.

A irritação com o democrata também se explica pelo fato de que, mesmo bombardeando o governo, Maia pega “carona” nos eventos federais, como mostra reportagem do Estadão sobre sua presença no anúncio de recursos para a intervenção no Rio.


VOLTAR PARA O ESTADÃO