07.02.2019 | 17h46

Golpe duro para a cultura à vista

O presidente Jair Bolsonaro afirmou pelo Twitter que determinou a reavaliação dos contratos que a Petrobrás mantém com o setor cultural. “O Estado tem maiores prioridades”, alegou.


A estatal é uma das maiores financiadoras da área no País, com ênfase no cinema e música nacionais. O Estadão informou nesta quinta-feira, 7, que a Petrobrás avalia romper contratos nas áreas de Cultura e Comunicação firmados por gestões anteriores. Os principais alvos seriam grandes grupos de teatro e cinema, além da imprensa oficial.

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO