20.04.2018 | 19h05

Gleisi quer reescrever a história

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, tem o óbvio direito de gostar de quem ela quiser. E é natural que não goste de Fernando Henrique Cardoso e discorde do seu pensamento. Afinal, estão em campos opostos na política.

Mas ao chamá-lo de “liderança impopular”, como postou no seu Twitter, funciona como uma tentativa de reescrever a história. Chega a desmerecer seu líder Lula, derrotado por FHC duas vezes seguidas no primeiro turno, em 1994 e 1998. Dizer ainda que ele “se autoproclama estadista e democrata” e que tem “muito ressentimento” é apenas uma canelada gratuita. /M.M.

 

Veja também:


 

VOLTAR PARA O ESTADÃO