11.01.2019 | 13h05

Gleisi: ‘Deixar de ir à posse de Maduro seria covardia’

Criticada por ter comparecido à posse de Nicolás Maduro, na Venezuela, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que não participar do evento “seria covardia” e uma “concessão à direita”. Gleisi, que é senadora, participou do boicote feito por PT, Psol e PCdoB à posse de Jair Bolsonaro no Congresso.

“Nenhuma surpresa as críticas dos que ignoram as razões por eu ter aceitado o convite para a posse na Venezuela. Deixar de ir seria covardia, concessão à direita. A esquerda pode ter críticas ao governo Maduro, mas o destino da Venezuela está nas mãos do seu povo e de mais ninguém”, argumentou a petista. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Gleisi HoffmannMaduroVenezuela
VOLTAR PARA O ESTADÃO