30.10.2018 | 19h56

O chororô sem fim de Gleisi

A democracia defendida pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann, parece que acaba quando deixa de servir aos interesses do partido. Em entrevista coletiva realizada após reunião da Executiva Nacional do PT em São Paulo, Gleisi questionou a vitória de Bolsonaro, que venceu as eleições com 57,7 milhões de votos (55,13% dos votos válidos).

“O processo que levou a esse resultado está eivado de vícios e de fraudes”, afirmou. Na visão de Gleisi, a prisão de Lula e a proliferação de fake news contra Fernando Haddad pelo WhatsApp, custeada por caixa dois, são exemplos dos problemas ocorridos no pleito. “A gente espera que as autoridades judicias, que têm que se manifestar sobre isso, o façam de uma maneira mais rápida possível.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO