06.04.2018 | 08h27

Gilmar sobre ele e o PT: água e óleo

O ministro Gilmar Mendes concedeu uma longa entrevista ao site português Observador em que rebate as acusações de ter beneficiado Lula ou o PT, explica as razões que o levaram a mudar seu voto sobre a possibilidade de prisão em segunda instância, critica o voto de Rosa Weber e repete críticas ao comportamento da imprensa.

Ele volta a criticar abusos da Lava Jato, mas elogia sua efetividade. “Mas podemos negar a efetividade? Não. Porque foi algo que permitiu esse amplo leque… Ninguém sabia no Brasil. Imaginava-se muita coisa, mas ninguém podia imaginar que a Petrobrás ia ser transformada no “caixa” do sistema político eleitoral brasileiro.”


Mais conteúdo sobre:

gilmar mendesLulaPTLava Jato
VOLTAR PARA O ESTADÃO