15.11.2018 | 10h41

General pode recusar Infraestrutura

O general Oswaldo Ferreira, nome tido como certo à frente do futuro Ministério de Infraestrutura, teria recusado convite de Jair Bolsonaro para assumir a área, conforme o Estadão. O próprio Bolsonaro teria contado a interlocutores com os quais se reuniu em Brasília na quarta-feira que ouviu um “não” de Ferreira, que teria justificado razões pessoais para a recusa. Ele ajudou a formular as propostas do programa de governo de Bolsonaro para a área e coordenou o chamado “grupo de Brasília” na campanha. A pasta da Infraestrutura, pelo desenho em estudo na transição, deve reunir Transportes, Portos e Aviação e áreas hoje sob o guarda-chuva das Cidades, como saneamento e habitação.


VOLTAR PARA O ESTADÃO