05.11.2018 | 19h07

‘Ninguém pensa em intervenção’

O general Augusto Heleno, futuro ministro da Defesa de Bolsonaro, afirmou nesta segunda-feira, 5, que, apesar da presença de militares em cargos importantes, a nova gestão não pode ser confundida com um governo militar.

“Não tem nada a ver com governo militar. Ninguém está pensando em intervenção militar, em autoritarismo, nada disso”, disse Heleno, segundo o Globo. “É um aproveitamento de gente que o País não estava acostumado a aproveitar e que tem muita coisa na nossa formação que pode ser aproveitada. Pouca gente conhece o Brasil como nós. A gente anda pelo Brasil inteiro e não é para passar férias.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO