04.09.2018 | 20h14

Garotinho condenado em segunda instância

O ex-governador e candidato ao Palácio Guanabara, Anthony Garotinho, foi condenado por formação de quadrilha pela segunda turma do TRF-2, no Rio, informa O Globo. A pena é de  quatro anos e seis meses de prisão e teria de ser cumprida em regime semiaberto. A prisão aconteceria apenas após o julgamento dos recursos.

Além de ter que dormir na cadeia, a condenação também complica os planos eleitorais de Garotinho. Como a condenação foi por um órgão colegiado, o político se enquadraria na Lei da Ficha Limpa. Os desembargadores avisaram que irão informar ao TRE-RJ e ao Ministério Público Eleitoral. Ele já havia sido condenado em segunda instância por ‘ato doloso de improbidade administrativa’ por desvios na saúde do Rio de Janeiro.


VOLTAR PARA O ESTADÃO