10.10.2018 | 16h08

Gabrielli na coordenação da campanha de Haddad

O petista Fernando Haddad negou que José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobrás nos governos Lula e Dilma, no auge dos malfeitos na empresa,  será responsável pela elaboração de seu programa econômico. Mas o próprio PT anunciou no perfil oficial do partido no Twitter, na terça-feira, 9, que o coordenador da campanha de Haddad é Gabrielli, alvo de uma série de investigações por parte da Polícia Federal (confira abaixo).


Gabrielli responde, segundo a Folha, a pelo menos duas ações por improbidade por sua atuação na Petrobrás. Em 2017, o TCU o condenou, com o ex-diretor Nestor Cerveró, a devolver US$ 79 milhões ao Tesouro pelos danos causados à empresa com a compra da refinaria de Pasadena (EUA). O TCU havia bloqueado seus bens em outro procedimento, relacionado à refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, mas Gabrielli recorreu ao STF e conseguiu desbloqueá-los. / J.F.

VOLTAR PARA O ESTADÃO