01.08.2018 | 21h49

Fux agora é direto: Lula tem ‘inelegibilidade chapada’

O presidente do TSE, Luiz Fux, já havia deixado claro que “candidato condenado em segunda instância já é inelegível” sem citar o caso de Lula. Nesta quarta-feira, ao arquivar processo no TSE pedindo para que o petista já fosse declarado impedido de ser eleito, o ministro foi mais direto: Há “inelegibilidade chapada” do ex-presidente.

“Não obstante vislumbrar a inelegibilidade chapada do requerido, o vicio processual apontado impõe a extinção do processo”, afirmou Fux. O ministro justificou que o pedido, feito pelo advogado Manoel Pereira Machado Neto, foi arquivado porque o processo é genérico e “apresentado por um cidadão isolado, antes do início do período legalmente destinado à oficialização das candidaturas”, segundo o Blog do Fausto.


VOLTAR PARA O ESTADÃO