17.07.2018 | 00h01

França reconhece que aliança com o PSDB ‘é difícil’

Em entrevista para o Roda Viva, Márcio França disse que, por lealdade, defenderá que o PSB apoie a candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência da República (mesmo que o tucano defenda apenas João Doria ao governo de São Paulo), mas sabe que não será uma missão fácil.

“Meu partido, depois do Eduardo Campos, tem várias tendências. Tem que resolver isso em um congresso. Vou tentar fazer isso (defender o apoio a Geraldo Alckmin), mas sei que não é fácil”, disse. Entretanto, uma aliança com o PDT não pareceu incomodar o atual governador de São Paulo. “Me dou bem com o Ciro. Na Câmara eu fui líder e ele deputado. Pessoa capaz, não tem nada que desabone o Ciro”, afirmou.

 

 


 

VOLTAR PARA O ESTADÃO