08.10.2018 | 00h36

França flerta com Alckmin e Skaf

Enquanto João Doria declara apoio a Jair Bolsonaro no segundo turno da eleição, Márcio França faz um aceno para possíveis aliados do tucano no segundo turno paulista. Em seu pronunciamento após a definição do confronto pelo Palácio dos Bandeirantes, França declarou lealdade ao derrotado Geraldo Alckmin e manifestou vontade de contar com Paulo Skaf (MDB) a seu lado.

“Fui dar abraço a Geraldo Alckmin, que foi quem me apoiou, porque eu não traio amigo meu”, disse, cutucando a posição de Doria. Já Skaf seria seu “amigo”. “Tivemos confrontos, mas todos políticos. Ele teve um fardo muito pesado para carregar, que foi o MDB, mas a disputa apertada demonstra o mérito dele. Tenho certeza de que ele não combina com o Doria.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO