20.03.2018 | 16h24

Alckmin terá de rebolar no Nordeste

Não é só no forró que Geraldo Alckmin ainda terá de se aperfeiçoar para aumentar sua penetração no Nordeste — região que concentra pouco mais de 20% do eleitorado. O governador ensaiou uns passinhos nesta terça em Brasília, e a conclusão é que o que lhe falta em ginga também se traduz no campo político.

Por ora, o tucano ainda rebola para montar um leque de apoios consistente na região. Nesta terça, dois governadores nordestinos, Camilo Santana (PT-CE), e Ricardo Coutinho (PSB-PB), deixaram de comparecer ao Fórum Mundial da Água, onde dividiriam a mesa com o tucano e o ministro Helder Barbalho (Integração). A explicação de um aliado de um deles: a esquerda não colocará água no moinho do pé de valsa Alckmin. /V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO