14.08.2018 | 12h47

Força-tarefa da PF nas eleições

A Polícia Federal vai dedicar 40% de seu efetivo às eleições. Segundo O Globo, quatro mil policiais ficarão de sobreaviso para atuar na repressão de crimes como caixa dois, corrupção, compra de votos e fake news. Portanto, delegados e agentes ficam proibidos de entrarem em férias até outubro. Além do reforço de pessoal, a PF pretende facilitar a troca de informações com a Justiça Eleitoral e vai criar centros de comando e controle nas unidades federativas.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO