22.08.2018 | 12h19

Força eleitoral do Nordeste é sempre subestimada (1)

Entra eleição, sai eleição, uma história se repete: a hegemonia política de Lula no Nordeste não sofre ameaças. Apesar de o enredo ser sempre o mesmo, seus adversários se lembram de organizar algum tipo de ação para conquistar os eleitores da região apenas quando a eleição se aproxima. E não afetam esse poderio.

O Nordeste é a segunda região que mais concentra eleitores. É responsável por 26,6% de todo o colégio eleitoral nacional, com 39,2 milhões de eleitores. Estão atrás apenas do Sudeste, que possui 43,3% (63,9 milhões) do eleitorado. Mas possuem quase o dobro do que o Sul (14,5%, 21,3 milhões de eleitores). E a vantagem de Lula sobre seus adversários no Nordeste é tão ampla que acaba compensando eventuais derrotas no mais populoso Sudeste. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Nordeste
VOLTAR PARA O ESTADÃO