02.02.2019 | 16h58

Flávio Bolsonaro justifica não ter mostrado voto

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), justificou o fato de não ter aberto sua cédula e revelado seu voto para presidência do Senado. O filho mais velho de Bolsonaro, que está envolvido em investigação sobre o caso Coaf, se disse favorável ao voto aberto, mas afirmou que nessa ocasião, “por ser filho do chefe de outro Poder, optei por não abrir meu voto, para evitar especulações com intuito de prejudicar o governo”.


“Sou a favor do voto aberto, mas nessa ocasião específica, por ser filho do chefe de outro Poder, optei por não abrir meu voto, para evitar especulações com intuito de prejudicar o governo. Que o eleito, independentemente de quem for, apoie as pautas que o Brasil necessita”, escreveu no Twitter.

VOLTAR PARA O ESTADÃO