25.08.2018 | 14h03

Fim da greve de fome por Lula

Após 26 dias, os sete grevistas encerraram a greve de fome para libertar Lula. Em carta, eles justificam o fim da manifestação afirmando que “que ela (a greve) cumpriu com seu sentido provocador dos objetivos que propusemos desde o início desta ação politica”. Nesse meio tempo, eles conseguiram ser recebidos por dois ministros do Supremo (Rosa Weber e Ricardo Lewandowski) e foram atendidos no gabinete de outros dois (Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso). Lula, entretanto, continua preso.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

LulaPTgreve de fome
VOLTAR PARA O ESTADÃO