17.09.2018 | 07h16

Filho de ditador africano na mira da PF

A Polícia Federal vai investigar Teodoro Obiang Mangue, filho do ditador da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, por suspeita de lavagem de dinheiro em razão de ter entrado no Brasil com US$ 16 milhões –entre dinheiro vivo e bens– não declarados.

O Estadão mostra que, mesmo com Teodorin –como é conhecido o filho e também vice-presidente do País– sendo estrangeiro, ele pode ser denunciado por lavagem pelo Ministério Público caso fique comprovado que a origem do dinheiro é corrupção.


VOLTAR PARA O ESTADÃO