13.07.2018 | 13h12

Filho de Bolsonaro explica abstenção

Carlos Bolsonaro, o filho de Jair Bolsonaro que é vereador no Rio, explicou sua abstenção na votação do impeachment de Marcelo Crivella pelo fato de, segundo ele, estar cumprindo agenda previamente marcada, uma vez que a Câmara estava em recesso e foi convocada extraordinariamente.

Ao responder às críticas da imprensa pela abstenção em mensagem de áudio encaminhada pelo presidenciável do PSL ao BR18, Carlos também disse que o impeachment era uma pauta do PSOL, ”uma farsa montada”. “É uma faca de dois gumes: se estou presente e voto com o prefeito vão dizer que ele me comprou; se eu estou presente e voto contra o prefeito vão dizer que eu tô do lado do PSOL que representa tudo que a gente sempre abominou.” / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO