01.11.2018 | 09h12

Fé em novo sistema financeiro

O presidente do Santander Brasil não é defensor apenas da onda positiva por um país melhor, mas também da desconstrução dos monopólios ainda existentes no sistema financeiro brasileiro casada com a desconexão do poder público com os bancos públicos, conforme diz ao Estadão. “Ninguém quer a ruptura para bancos públicos, mas uma agenda mais completa de competitividade”, afirmou Sergio Rial.


Mais conteúdo sobre:

SantanderSergio Rial
VOLTAR PARA O ESTADÃO