24.08.2018 | 11h30

Farda e toga fora da propaganda eleitoral

A Lei Eleitoral proíbe “o uso, na propaganda eleitoral, de símbolos, frases ou imagens associadas ou semelhantes às empregadas por órgão de governo, empresa pública ou sociedade de economia mista”.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro já identificou e mandou retirar do ar postagens de candidatos fardados, vestindo toga ou mostrando outros símbolos proibidos, relata O Globo. A procuradoria chegou a pedir que um candidato retirasse a palavra ‘Juiz’ de seu nome de campanha, já que ele havia pedido exoneração para se candidatar.


VOLTAR PARA O ESTADÃO