03.04.2018 | 17h56

Fake news contra Moro gera condenação

O blogueiro Miguel Baia Bargas, do Limpinho&Cheiroso, foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região por calúnia e difamação contra o juiz federal Sergio Moro, informa o Blog do Fausto.

Um post intitulado ‘Paraná: Quando Moro trabalhou para o PSDB, ajudou a desviar R$ 500 milhões da Prefeitura de Maringá’ rendeu ao blogueiro uma pena de 10 meses e 10 dias de detenção, em regime inicial aberto, e 15 dias-multa.


Mais conteúdo sobre:

sergio morofake news
VOLTAR PARA O ESTADÃO