07.03.2019 | 16h09

Facilitar porte de arma não é importante, diz pesquisa

Segundo levantamento feito pela consultoria Ideia Big Data sobre os 100 dias da gestão Bolsonaro, 66,1% das pessoas consideram pouco (22,5%) ou nada importante (43,6%) a facilitação da posse de arma, uma das promessas de campanha do presidente Jair Bolsonaro transformada em decreto no dia 15 de janeiro. A pesquisa foi feita entre os dias 30 de janeiro e 1º de fevereiro com 1.513 pessoas de todo o País por meio de aplicativo desenvolvido pela empresa.

“A opinião pública não tem claro que a flexibilização do porte de armas é o caminho para amenizar o tema de segurança pública. Ou porque não entendem seu impacto ou porque acreditam em outras soluções. No segmento de baixa renda esse sentimento de indiferença é mais acentuado”, afirmou Maurício Moura, CEO da consultoria, ao BR18.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO