21.05.2018 | 18h29

Fachin tira Moro de caso com Chávez

Relator da Lava Jato no Supremo, o ministro Fachin decidiu tirar das mãos de Sergio Moro o inquérito que investiga supostos pagamentos da Odebrecht no exterior para os marqueteiros João Santana e Mônica Moura, pela campanha do ex-presidente venezuelano Hugo Chavez, em 2012.

Fachin acatou a tese da defesa do ex-ministro Franklin Martins (que teria parte dos repasses) de que o caso não tem ligação com a Petrobrás: “Impõe-se revolver a compreensão antes externada para reconhecer, em juízo inicial e não definitivo, como precário o ponto de conexão estabelecido entre os pagamentos publicitários da campanha da Venezuela de 2012 com os procedimentos criminais em curso na Justiça Federal de Curitiba/PR”


Mais conteúdo sobre:

Lava Jatosergio moro
VOLTAR PARA O ESTADÃO